Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis da Bahia
/ quarta-feira, abril 24, 2019
Destaques

Denúncia – Posto Samaritano em reforma não oferece ambiente de trabalho saudável

130views

Posto Bom Samaritano – Comércio de Derivados de Petróleo LTDA, em Lauro de Freitas, está em reforma e não oferece aos trabalhadores e trabalhadoras um ambiente de trabalho saudável. 

Fiscalização do diretores do Sinposba flagrou, 1º de fevereiro de 2019,  algumas irregularidades no ambiente do posto e a não observância da NR 24, no que diz respeito as instalações sanitárias; foram verificadas condições insalubres, como demonstram as imagens, bem como a exposição dos trabalhadores a outros riscos. Foi possível visualizar cabos elétricos próximos à entrada de um container, modificado para ser utilizado como banheiro, e  uma inconformidade com a NR 20, o armazenamento irregular de amostras de combustíveis e do aferidor no vestiário improvisado para os trabalhadores, colocando em risco a saúde deles.

Os diretores observaram também o descumprimento da Cláusula 33ª da Convenção Coletiva de Trabalho – CCT da categoria, referente aos domingos/compensação, que vem sendo habitualmente aplicada com apenas um domingo de folga ao mês, ao invés de dois domingos, como está previsto na CCT 2018/2019, caracterizando uma fraude trabalhista.

A empresa foi notificada, nesta segunda, 4 de fevereiro, através de oficio da Diretoria do Sindicato, solicitando a reparação imediata, pois as irregularidades prejudicam expressamente a saúde dos trabalhadores, a realocação imediata das amostras do vestiário e a concessão de dois domingos de folga, se possível ainda neste mês de fevereiro.

A Diretoria do Sinposba, ciente de estar contribuindo para uma melhor performance no ambiente de trabalho evitando transtornos à saúde e o bem estar dos trabalhadores e trabalhadoras, alertou a empresa que a não observância das solicitações, contidas no ofício, poderá ocasionar em outras medidas legais, com o objetivo de corrigir as irregularidades.

 

Deixe uma resposta