Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis da Bahia
/ quarta-feira, abril 24, 2019
Destaques

Diretor do Sinposba participa do curso de combate ao trabalho infantil

26views

O secretário de Formação e Comunicação do Sinposba, Eduardo Silva, participou representando o Sindicato, 20 de março, das 8h às 17h, em Salvador no auditório do Cesat, do Curso de Combate ao Trabalho Infantil, promovido pelo Canal Futura em parceria com o Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador – Cesat, e organizado pelo Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador da Bahia – FETIPA.

Nessa perspectiva, o projeto “Pedra, Papel e Tesoura” tem como objetivos: contribuir para o incremento à visibilidade do tema trabalho infantil; conectar instituições, órgãos e escolas públicas num processo dialógico e de construção coletiva; e fortalecer e subsidiar em escolas públicas o debate sobre o desenvolvimento da infância e as violações aos seus direitos.

O Nordeste brasileiro comemorou, por sete anos consecutivos, uma diminuição expressiva do número de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. De 2005 a 2013, os dados coletados através da Pnad/ IBGE apontaram um decréscimo de 52,6% do trabalho precoce na faixa etária de cinco a 17 anos. Entretanto, após um longo período de gradativa redução, o trabalho infantil torna a se agravar na região Nordeste do Brasil.

Para Eduardo Silva,” é fundamental lembrar de que antes de sermos os adultos que somos, já fomos criança! É preciso ter cuidado para que o trabalho infantil, a exploração e o abuso sexual não ofusque essa experiência, pois as consequências são devastadoras. A vulnerabilidade das crianças facilita a capturação para o trabalho infantil e outros tipos de exploração, o que compromete o desenvolvimento pessoal e socioeconômico. É preciso que haja um acompanhamento dos pais mais ativo e frequente para evitar o sofrimento dessas crianças que assumem a responsabilidade de um adulto, tendo como objeto de sedução ganhos e benefícios, que no entanto, terão suas perspectivas de sonhos encurtados, como: bloqueio, baixa estima, frustração e dificuldade de fazer novas projeções. Por isso temos que estar atentos e denunciar.

Deixe uma resposta